Página Principal Módulo 6 Módulo 7 Módulo 8 Módulo 9 Módulo 10

Módulo 11


Períodos Literários / Géneros literários

  QUADRO SINÓPTICO DOS PERÍODOS LITERÁRIOS  

Período Época

Lirismo Trovadoresco

Cantigas de amigo

Cantigas de amor

Cantigas de escárnio e de maldizer

Finais do século XII a meados do século XIV

Renascimento/Humanismo/Classicismo

Camões,

 Bernardim Ribeiro

Sá de Miranda

António Ferreira

Gil Vicente

Século XVI

1527 a 1580 ( morte de Camões)

Barroco

Padre António Vieira

Século XVII

1580 a 1756

Neoclassicismo

Bocage

1756  a 1825 ( data da publicação do poema Camões)

Romantismo

Alexandre Herculano

Almeida Garrett

Júlio  Dinis

Camilo Castelo Branco

1825 a 1865 ( data da Questão Coimbrã) ou 1871 ( data das Conferências do Casino Lisbonense)

Realismo/Naturalismo 

Antero de Quental

 Teófilo Braga

Gomes Leal

Eça de Queirós

Guerra Junqueiro

Parnasianismo

Cesário Verde

Simbolismo

Camilo Pessanha

António Nobre

Tendências novi-românticas

Florbela Espanca 

António Nobre

1865 a 1900 ( data da morte de Eça de Queirós)

Modernismo

 ( Grupo do Orpheu)

Fernando Pessoa

Mário de Sá Carneiro

Almada Negreiros

Grupo da Presença

José Régio

Miguel Torga

1900 a 1945 ( Segunda Guerra Mundial)

Literatura Contemporânea

do neo-realismo à actualidade

Fernando Namora

José Cardoso Pires

Manuel Alegre

Sophia de Mello Breyner Andresen

Ary dos Santos

 

Século XX ( da Segunda Guerra Mundial aos nossos dias)

   Quadro comparativo dos géneros literários   

Narrativo

Dramático

Lírico

Tem narrador e em geral refere-se à 3ª pessoa.

ELE(A)

O emissor (actor) apresenta a acção ao receptor (espectador).

EU - TU

Há um sujeito poético, na 1ª pessoa; com relevo do

EU

Acentuada objectividade com predomínio da linguagem denotativa.

Acentuada objectividade com predomínio da linguagem denotativa.

Acentuada subjectividade com predomínio da linguagem conotativa.

Prevalece a função informativa mas pode aparecer a emotiva e a poética.

Prevalecem as funções apelativas e informativa, pode aparecer a emotiva (tragédia, drama).

Prevalecem as funções poética e emotiva.

Há uma história que é narrada e refere-se em especial ao mundo exterior, do não-eu.

A história é representada e refere-se em especial ao mundo exterior, do não-eu.

O mundo é o do Eu - interior - com os sentimentos, pensamentos do sujeito poético.

A descrição é frequente e minuciosa.

As marcações do cenário e os adereços têm valor descritivo.

Muito breves momentos descritivos.

Situa-se numa época histórica, o tempo não é linear e é extenso.

Situa-se numa época histórica, o tempo é o da representação - breve e linear.

Em geral sem ligação com uma época (anti-histórico)

Destina-se à leitura.

Destina-se à representação

Destina-se à declamação e leitura.

Quase só com recursos de língua.

Recurso ao som, à luz… e não apenas à língua.

Só recorre à língua.

Predomínio da narração.

Predomínio do diálogo, com momentos de apartes e monólogo.

Em geral anti-narrativa.

Conto, novela, romance.

Tragédia, comédia, drama, farsa, auto…

Ode, elegia, soneto canção.