Página Principal Módulo 6 Módulo 7 Módulo 8 Módulo 9 Módulo 10 Módulo 11

         Como escrever cartas     

cartas de amor carta comercial ofício requerimento circular acta

Há vários tipos de cartas:

Cartas de amor, cartas comerciais, cartas de apresentação, cartas de candidatura, cartas, cartas, cartas....Conforme os objectivos de cada uma, assim muda a sua forma e o seu conteúdo.

    Tarefa   

Lê primeiro as informações presentes nesta página e vai realizando as actividades (6) que te proponho, depois voltas ao topo desta página e clicas aqui para tomares conhecimento com mais uma tarefa a realizar.


Cartas de amor

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Álvaro de Campos, 21-10-1935 ( Heterónimo de Fernando Pessoa)

    Actividade 1 :   

Pequeno questionário:

1. Neste poema há uma aparente contradição. Por um lado "as cartas de amor.. têm de ser ridículas", por outro, as pessoas que nunca as escrevem "é que são ridículas". Explica, por palavras tuas, o pensamento do poeta.

 

2. O poeta tem saudades do tempo em que escrevia cartas de amor. Transcreve a estrofe que contém essa afirmação.

 

3. O que pensas das cartas de amor?

 

Nota: Depois de responderes a este questionário envia as respostas para o meu email.


Modelos de cartas

 A carta

A carta é, seguramente, um dos instrumentos mais úteis em situações diversas. Para além da carta de amor ou da carta a um(a) amigo(a), outras há que importa conhecer. A seguir forneço dois modelos de carta, entre os vários possíveis.

Exemplos:

Carta-resposta a um anúncio  

Maria Helena Costa Faria 

Rua do Moinho, 37

9580 VILA DO PORTO 

Tel: 628587

Vila do Porto, 15 de Agosto de 1997

      Ex.mo Senhor,  

Em resposta ao anúncio de V. Ex: , publicado no Diário Insular de 15 do corrente, sob o número 777/97, venho por este meio candidatar-me ao emprego publicitado, pois julgo ter o perfil pretendido.

Com esse objectivo, remeto a V. Ex: o meu curriculum vitae colocando-me, desde já, à vossa disposição para um posterior contacto, onde poderei fornecer outras informações sobre a minha formação e experiência profissional.

Agradecendo antecipadamente toda a atenção que me queiram dispensar, subscrevo-me, com a mais elevada consideração, 

 

Maria Helena Costa Faria

Anexo: Curriculum Vitae

Carta-pedido  

      Ana Carolina Simas

      Rua das Águas Frias, 111 

      9600 Ribeira Grande 

      Tel. 6232402  

EXMO. SENHOR 

DIRECTOR COMERCIAL 

AREAL EDITORES 

4103 PORTO CODEX

Ribeira Grande, 1  de Setembro de 1997  

               Ex.mo Senhor  

          Solicito a Vª. Ex.ª se digne enviar-me à cobrança Os Lusíadas em Prosa, na versão de

 Amélia Pinto Pais, que a Areal Editores, tão oportunamente, lançou no mercado.

          Mais informo Vª.  Ex.ª de que estou a fazer um trabalho sobre o livro, a apresentar na

 primeira semana de Outubro, pelo que gos­taria que mo enviasse o mais breve possível.

              Com a mais elevada consideração, subscrevo-me,

 

de Vª Ex.ª muito atenciosamente

 

Ana Carolina Simas

   Actividade 2  

Imagina que o livro chegou com algumas folhas em branco. Elabora uma carta a pedir a sua substituição. 

Nota: Não esqueças que uma carta obedece a características formais que têm de ser

 respeitadas, por isso confere na lista de verificação se não te esqueceste de nada.

LISTA DE VERIFICAÇÃO

1. Registei o local e a data no canto superior direito..

2. Escrevi o mês que consta da data por extenso (Ex: 5 de Julho e não 5/07).

3. Separei o Iocal da data por vírgula.

4. A carta tem uma saudação inicial, traduzida num vocativo (Ex: Cara amiga, Ex.mo Senhor...).

5. O texto da carta não começa na mesma linha da saudação.

6. Alinhei a saudação com o início dos parágrafos.

7. Deixei uma margem à esquerda e à direita.

8. A carta  inclui uma curta despedida (Ex: Com os melhores cumprimentos, Com a mais elevada consideração).

9. Assinei a carta, no fim, no canto inferior direito.


Cartas de apresentação e candidatura

As cartas de apresentação e candidatura são divididas em 3 partes principais:

  • Cabeçalho - o início das cartas deve conter a identificação do destinatário e do remetente e pode conter também o local e data de envio; por vezes também é possível colocar o assunto que deve incluir a referência do anúncio respondido;
  • Corpo da carta - esta é a parte mais importante e inclui a origem da oferta de emprego com a indicação do cargo ao qual se concorre, o motivo da candidatura e quais as características que tem para oferecer e porque irão ser positivas para o empregador; as frases devem ser claras e concisas para não permitir ambiguidades de interpretação e dificuldade de compreensão;
  • Conclusão - o final da carta deve mencionar a forma de ser contactado.

A apresentação das cartas deve ser bem cuidada e obedecer a algumas regras:

  • simplicidade - a linguagem utilizada deve ser simples, as frases curtas e as ideias fundamentais devem estar contidas em poucas linhas;
  • manuscrita - alguns empregadores valorizam as cartas de apresentação manuscritas pois fornecem mais alguns dados sobre a personalidade do candidato;
  • formatação da carta - a carta deve estar escrita com uma letra legível, não demasiado pequena, obedecendo às margens do papel, e sem grandes destaques como sublinhados ou tipo de letra maior;
  • espaçada - as cartas tornam-se mais legíveis quando se espaçam bem as linhas e parágrafos, dispondo o texto de uma forma homogénea sobre a folha de papel, mantendo uma estrutura equilibrada.

   Carta- Ofício  

O que é um ofício?

Ofício- Participação escrita em forma de carta que as autoridades, as secretarias, as associações, etc. ,endereçam aos seus subordinados, iguais ou superiores, em objecto de serviço público ou particular. Neste endereço encontras dois exemplos de ofícios.

  Actividade 3  

O Ministério da Educação enviou um ofício ao órgão de Gestão da Escola nº 1 de Telheiras a mandar encerrar a escola antes do fim do período:"...o estado de degradação do edifício põe em risco a segurança de alunos, professores e funcionários". Tenta reconstruir o referido ofício.


 Requerimento 

O requerimento é a forma do cidadão se dirigir à autoridade, solicitando um benefício, isto é, a satisfação de um interesse.

Exemplo:

(Requerimento à Câmara Municipal, solicitando provas de exame para a obtenção de licença de condução de velocípedes a motor).

O requerimento compreende os seguintes elementos:

  • nome da autoridade, cargo por ele ocupado e órgão requerido - colocam-se na parte superior direita;
  • identificação do requerente - é indispensável e deve apresentar todos os dados julgados necessários ou convenientes: nome, número do bilhete de identidade, estado civil, profissão, morada, número de contribuinte, etc.
  • pedido ou objecto do requerimento - deve conter circunstâncias, ocorrências e situações anteriores que possam, aos olhos da autoridade, justificar o pedido;
  • "pede deferimento" - deferir é satisfazer o pedido, usando-se frequentemente esta expressão com o significado de que o autor do requerimento espera que o seu pedido seja atendido;
  • local, data e assinatura - são os elementos por que termina este documento.

                                              Exmº.  Senhor

                                                                                      Presidente da Câmara Municipal de

                                                      Celorico da Beira

          António José da Silva Torres, solteiro, estudante, de 18 anos de idade, residente no lugar dos Pinheiros, freguesia da Ponte, concelho de Celorico da Beira, contribuinte nº 265748, portador do Bilhete de Identidade nº 871634, passado pelo arquivo de Identificação de Lisboa, em 17 de Maio de 2000.

         Vem requerer a Vª Exª se digne mandar sujeitá-lo às componentes provas de obtenção de Licença para a condução de velocípedes com motor a que se refere o artigo nº 54 do Código da estrada, aprovado pelo Decreto-Lei nº 39 672 de 20 de Maio de 1954.

Pede Deferimento

           Celorico da Beira, 23 de Março de 2003

           O requerente

           António J. da Silva Torres

                                           Actividade 4 

Dirige-te à tua Câmara Municipal e pede autorização para a colocação de reclamos luminosos em estabelecimento comercial.


 Circular 

O objectivo da circular é comunicar uma informação, por exemplo, mudança de direcção ou telefone, mudança pessoal, abertura de uma nova dependência ou programa, alteração de preço ou condições de venda, anúncio de visitas, termo de um serviço, encerramento para férias, etc.

Os cuidados a ter é escrever com clareza, simplicidade e brevidade, já que nos dirigimos a todos como se fosse a cada um. Os parágrafos devem ser curtos e a expressão ordenada, assim como a conclusão deve ser afectuosa e a assinatura manuscrita, o que contribui para cativar o leitor.

Exemplo

Edmundo Martins

Fazendas e miudezas

Avenida Sacadura Cabral, 27

4560 Penafiel

                           Penafiel, 28 de Setembro de 2003

Amigo e Senhor

CIRCULAR

       Tenho a satisfação de levar ao conhecimento de Vª exª que o Banco Luso-Americano, com sede no Porto e filiais em Braga, Viana do castelo e Coimbra, acaba de me nomear s/ correspondente nesta cidade.

       Dadas as importantes relações comerciais existentes entre a nossa terra e a capital do Norte, espero que Vª Exª se dignará aproveitar os n/ serviços para todas as transacções com aquele importante e acreditado estabelecimento bancário, que estejam no âmbito das minhas atribuições.

      Com elevada estima me subscrevo

De Vª Exª

                 Muito atenciosamente

          Edmundo Martins

  Actividade 5 

Como elemento da Associação Cultural da escola, redige uma circular endereçada a todos os alunos da escola, convidando-os a participar no festival desportivo nas férias da Páscoa do próximo ano.


  A acta   

A acta reproduz os factos, as decisões e opiniões reportadas a assembleias, reuniões ou conselhos. É o relato oficial de tudo o que se passou durante a reunião de uma instituição, departamento, secção, conselho ou grupo de trabalho.

A acta é elaborada pelo secretário da reunião que tem a difícil e penosa tarefa de , ao longo dela, recolher os apontamentos indispensáveis à sua posterior elaboração. Deve ser escrita no livro de actas, cujas folhas devem estar rubricadas e numeradas, pelo Presidente da Mesa da Assembleia, o mesmo acontecendo com os termos de abertura e de encerramento.

A redacção da acta deve ser simples, concisa e clara; não deve haver abreviaturas e os números tal como as datas escrevem-se por extenso; intervalos em branco, entrelinhas e rasuras são eliminados. 

A acta é o meio de formação da "vontade colectiva"; o elemento de prova e de interpretação dessa vontade; o registo da vida da instituição.

 

 Conteúdo: 

A acta deve conter os seguintes elementos:

  1. Recebe o número que lhe calhar;

  2. Começa com a indicação do dia, mês, ano e hora em que teve lugar a sessão;

  3. Indica o local da reunião;

  4. Menciona o tipo de reunião: se ordinária, se extraordinária, se realizada em primeira convocatória, se em segunda convocatória;

  5. Indica o nome dos presentes;

  6. Inclui a Ordem de Trabalhos, na íntegra e tal como foi enviada na convocatória;

  7. Refere a hora a que se iniciou e o número de sócios presentes;

  8. Menciono a leitura, a votação e a aprovação da acta da sessão anterior, caso exista para aprovação;

  9. regista as comunicações feitas pelo Presidente da Mesa;

  10. Retém os nome dos intervenientes e o resumo das suas considerações;

  11. Inclui ainda o resultado de qualquer votação que tenha tido lugar;

  12. Regista a fórmula de encerramento;

  13. Deve ser assinada pelo presidente e pelo secretário.

--------------------Acta número trinta e três---------------

----Aos vinte e um dias do mês de Setembro, do ano de dois mil e três, pelas vinte e uma horas, com a presença dos elementos da direcção da Associação Cultural " O sonho", constituída pelos senhores António Pereira e Marco Silva, teve lugar a reunião periódica da mesma direcção, presidida pelo vice-presidente, António Pereira, com a seguinte Ordem de Trabalhos: Ponto zero - Período de antes da Ordem de Trabalhos; Ponto um - Preenchimento dos documentos do concurso; Ponto dois - Plano de Actividades para o próximo ano.----------------------------------

----Ponto zero: aberta a sessão, foi lida a acta da reunião anterior, que depois de sofrer uma ligeira correcção gramatical, num período, foi aprovada pelo Conselho e, de seguida. assinada em prova de conformidade.------------------------------------

Na ausência do presidente, assumiu a direcção da reunião o vice-presidente, que depois de saudar os presentes, declarou ser de interesse enviar a todos os elementos da direcção fotocópia da acta aprovada, explicando que seria um estímulo e um convite a estarem presentes em reuniões futuras.--------------------

-----Passou a palavra ao senhor tesoureiro, senhor Marco Silva que fez alguns reparos sobre os gastos da associação e da necessidade de todas as despesas serem justificadas e apresentarem factura.---------------------------------------------------

----Relativamente ao ponto dois da ordem de trabalhos foi apresentado e discutido o plano de actividades da Associação, tendo suscitado alguma discussão entre os presentes. No final foi aprovado por unanimidade.----------------------------------------------

----Nada mais havendo a tratar, pelas vinte e duas horas e quarenta cinco minutos, deram-se por findos os trabalhos da reunião, da qual se lavrou a presente acta que, depois de lida e aprovada, será por mim, assinada e pelo vice-presidente.-----------

O Secretário_______________________________

O Vice-Presidente___________________________

-----------------------------------------------------------------------------------------------

  Convocatória  

É um documento que chama os sócios para reunir, elaborado por quem tem poderes institucionais para o fazer. Normalmente, é dada a conhecer por aviso (ou postal) a cada participante, com a antecedência considerada necessária - nas associações é de oito dias - contendo:

_ o dia, a hora e o local da reunião;

_ a respectiva Ordem de trabalhos;

_ o assunto ou assuntos a serem tratados na reunião;

_ o tipo de sessão ou reunião - ordinária ou extraordinária;

_ a data em que ele é feita;

_ a pessoa que a emite e o seu cargo;

_ a assinatura desta mesma pessoa.

 

  Actividade 6  

 

Redige a acta da reunião convocada pela seguinte

 Convocatória

 

    Convocam-se todos os elementos da Associação de estudantes da Escola Profissional de Braga, para uma reunião a realizar no dia 15 de Outubro de 2003, pelas 18H30 na sala do 2º ano de Secretariado, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

Ponto zero: Leitura e aprovação da acta da reunião anterior;

Ponto um: Discussão do plano de actividades para o ano lectivo 2003/2004;

Ponto dois: Apresentação das contas referentes ao ano lectivo transacto;

Ponto três: Outros assuntos.

 



Saber Mais

escrever uma carta                                         topo